Otoplastia

Algumas pessoas nascem com as orelhas mal formadas, ou seja, com um formato diferente do normal. A mal formação mais conhecida é a orelha de abano, onde a ponta da orelha fica mais distante da cabeça, dando um aspecto de maior tamanho. Nesse tipo de orelha, existe também a falta da dobra interna da orelha.

A cirurgia de otoplastia faz a correção dessa orelha mal formada visando fazer a dobra interna da orelha e a aproximação da ponta ao couro cabeludo.

 Indicação

  • Pode-se optar pela cirurgia a partir dos 6 anos, já que é o tempo necessário para a orelha terminar sua formação completa.

 Tipo de Anestesia

  • Existem 3 tipos: local, local com sedação ou geral.

 Complicações

  • São difíceis de acontecer, porém podemos citar as mais comuns: infecção, abertura dos pontos, cicatriz acima do tamanho normal e problemas anestésicos.
  • Se a técnica cirúrgica for bem implementada e o paciente seguir os conselhos pós-operatórios, a chance de que ocorram complicações diminui drasticamente.

 Resultado

  • Logo após a cirurgia, a orelha já está com sua forma finalizada, mas deve-se esperar aproximadamente 3 semanas para que todo inchaço desapareça e 6 meses para a cicatriz amadurecer.

 Pós-operatório

  • É aconselhável não dormir sobre a orelha por 3 semanas.
  • Durante 45 dias, é necessário que o paciente use uma bandagem elástica para manter a orelha imobilizada.