Mastopexia (lifting das mamas)

Após a puberdade, as mamas são rígidas devido a quantidade de glândula. Quando tempo vai passando, acontece uma diminuição da quantidade de glândula, aumento de gordura e tendência a queda. A gravidez é um fator que acelera essa queda das mamas. A mastopexia tem como objetivo diminuir o o tecido mamário e o excesso de pele, promovendo a elevação das mamas.

 Indicação

  • Pode-se optar pela mastopexia quando a mulher deseja elevar as mamas.

 Tipo de Anestesia

  • Anestesia geral ou peridural com sedação.

 Complicações

  • São difíceis de acontecer, porém podemos citar as mais comuns: hematomas, infecção, abertura dos pontos, inversão da pálpebra inferior e problemas anestésicos.
  • Se a técnica cirúrgica for bem implementada e o paciente seguir os conselhos pós-operatórios, a chance de que ocorram complicações diminui drasticamente.

 Resultado

  • Durante os primeiros meses, a cicatriz adquire uma coloração vermelha, que vai desaparecendo com o passar do tempo. Entre 6 e 12 meses é quando se chega ao resultado final esperado.

 Pós-operatório

  • A paciente deve evitar a elevação dos braços nas 2 próximas semanas e evitar esforços físicos por aproximadamente 1 mês.
  • Recomenda-se o uso de um soutien cirúrgico por 45 dias. Após 60 dias, a pessoa pode voltar a realizar as atividades físicas.